Atribui-se a origem desta arte em Portugal à vila de Gonçalo.

A arte de entrelaçar fibras vegetais, moldando-os em utensílios domésticos permitiu a criação de objectos leves e duráveis capazes de transportar várias vezes e materiais pesados sem se deteriorar.

Existem diversos tipos de cestaria seja a nível de objectos, como de técnicas de entrelaçar estas fibras vegetais designadas por vime. 

Veja quais as mais conhecidas no nosso país, bem como os tipos de objectos realizados com esta matéria e arte.