Culturalmente associado ás tradições populares, passando de geração em geração, peças como o Galo de Barcelos, as Rendas de Bilros, as Mantas do Sardoal, Gaitas de Foles de Miranda do Douro, entre muitas outras, fazem parte do universo do artesanato Português.

Não existe em Portugal uma região que não tenha um produto característico que a demarque face ás demais. Condicionados ou não pelas matérias-primas existentes na sua região, ou mesmo por razões culturais, sociais, climatéricas ou de necessidade, os produtos artesanais definem ou demonstram maneiras de estar ou ser das "Gentes Tradicionais".

Com a evolução dos tempos o artesanato tem também evoluído e sofrido algumas transformações. Peças mais estilizadas e adaptadas aos tempos modernos têm surgido, demonstrando que embora subsistam aquelas mais tradicionais e que se faziam na época de Antanho, o próprio tradicionalismo tem a capacidade de se reinventar.